Sobre aprender a lidar com as perdas …

Não sabemos lidar com a morte – definitivamente. Queremos o adequado. Buscamos a pureza. Sonhamos com o belo. Classificamos. Podamos. Regulamos. Racionalizamos. A vida não é assim. A cultura ocidental não nos prepara para lidar com o adverso. A mãe só vê a beleza do filho. O filho vê a imagem que ele quer no espelho. Uma imagem sem a presença do mórbido. Aos poucos vamos criando um pânico – sem precedentes – da velhice e da morte. Fora nosso desespero quando algo foge da nossa constância. Fora nossos julgamentos preconceituosos quando o outro se apresenta como contraditório da nossa forma de viver. Nosso jeito de pensar abomina o outro lado da vida. As palavras congelam determinadas concepções de mundo. O pensamento nos ilude com a ideia de que a vida pode ser regular. Tudo o que os cientistas e filósofos querem é nos fazer acreditar que a morte ficou para trás. A medicina com suas promessas de vida para sempre. A estética com suas ilusões da eterna juventude. Somos também inadequação. Não é possível se sobrepor à morte. Não tem um antes e um depois. Não é isto ou aquilo. Somos tudo junto. Somos uma constelação de coisas. Não adianta lutar contra o óbvio. Por isso é que precisamos da arte. O artista consegue fazer arte do mórbido. Poucos gostam do cinema, do teatro e da literatura que nos coloca de frente com nossas inadequações. Muitos preferem uma arte – de muito mal gosto – que insiste em dizer que somente os bonzinhos e bonitinhos sobreviverão. Isto é fazer apologia à arrogância. A vida não é um parque de diversões. O final nunca é plenamente feliz para ninguém. A vida não é uma equação matemática. A vida é poesia. Tudo cabe dentro de um poema. Deveríamos substituir o raciocínio lógico por mais metáforas. A metáfora leva em conta os dois lados. Precisamos – o quanto antes – incluir em nossa forma de pensar a única coisa que temos como certo. Quanto antes perdemos a ilusão menos sofreremos quando esta certeza bater em nossa porta.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s