Temos que escolher se pensamos ou gozamos …

Toda literatura tem uma verdade a ser desvendada. Toda pesquisa tem uma hipótese a ser confirmada. Qual a moral da história? Qual o desfecho? Cremos no poder das palavras para descrever o mundo. Embarcamos nessa onda quando tentamos entender nossos sentimentos. Doce ilusão! Nossos afetos funcionam como uma lousa mágica. Logo que terminamos de escrever já não são mais os mesmos. Temos que nos conhecer. Temos que falar sobre nós mesmos. Temos que contar nossa própria história. Embarcar nesta canoa furada tem uma intenção. Perdemos muito tempo de nossas vidas tentando entender quem somos. Saímos de teorias mirabolantes, passamos por conceitos até chegarmos a uma palavra. Quando digo “sou” já deixei de ser. Quanto terminamos – já não somos os mesmos e temos que recomeçar tudo do zero. Assim vamos esquecendo de viver. Assim vamos vivendo como o pensador curvado em seus próprios pensamentos. Pensar funciona para fazer a lâmpada acender – até que ela apresenta algum defeito. Teorias funcionam para as coisas que possuem alguma constância e regularidade. As ciências servem para fazer o espaço e o tempo funcionar e para que possamos usufruir dele com nossos afetos. Não chegaremos a lugar nenhum tentando compreender quem somos ou tentando incorporar opiniões alheias sobre nós mesmos. Não existe ciência das emoções. Sentimento é para ser vivido. Estou em um espaço e um tempo que pode ser medido. Nossos afetos desafiam qualquer tentativa de condicionamento. Se não há explicação, o que nos resta? Viver. Sentir. Já não é mais amor quando pensamos. Temos que escolher ou gozamos ou pensamos. Se pensamos não vivemos. Pensamos com a cabeça. Sentimos com o corpo todo. O sentimento palpita, estremece, transpira e incendeia. Somos entupidos de pensamentos. Parece que sentir é ainda muito perigoso. Somos quando sentimos. Ninguém sente igual. Podemos ter pensamentos iguais. Nunca podemos sentir do mesmo jeito. Cada um é o que sente. Não seria este o motivo que torna nossos afetos tão perigosos?

Evaristo Magalhães – Psicanslista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s