O que nos faz sofrer?

O que nos faz sofrer? Pensar. O pensamento só é válido para coisas paupáveis. Não é possível planejarmos – com rigor –  nossa vida sentimental. O sentimento é para ser vivido e não racionalizado. Não existe medida objetiva para as emoções. Nossos desejos não são constantes e regulares. Nossos sentimentos não dizem respeito a esse mundo. Amamos sempre o que fantasiamos. Criamos mundos à parte quando estamos apaixonados. Sabemos disso tanto que nunca somos amados como gostaríamos. A realidade é sempre muito cruel com o amor. É no mundo real que o outro abre a porta, vai embora ou vira para o lado depois do amor. Nosso desejo pede sempre que ele nunca faça isso. Por isto agonizamos. Por isto nos humilhamos. Por isto ficamos desesperados por um telefonema. O amor é um jogo. Nem sempre gritamos bingo. Toda reação é passional quando o que pensamos não procede de acordo com a nossa vontade. Pensar nos cria armadilhas. Fantasiar é sofrimento certeiro. Imaginação tem data de validade. O amor não pode esperar nada muito preciso em troca. O amor puro vive intensamente porque sabe que suas garantias não são muito seguras. Vive tudo como sendo único. Sabe se arranjar quando o outro falta porque tudo já estava previsto. Ama mais a si que o outro. Ele não é a suplência de sua falta. É inteiro porque se sabe incompleto. Na falta do amado o impacto é sofrível. Tem ciência da solidão que o espera. Volta para si com suas certezas sem ficar tentando justificar o injustificável. Está sempre pronto para começar a amar de novo. Ama não o outro. Ama o ato de amar que é sempre maravilhoso enquanto estamos amando. Ama apenas por gostar de amar. Ama porque sabe que pode amar quantas vezes quiser.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s