ESPOSA NÃO É MÃE. MARIDO NÃO É MÃE.

Não estaríamos aqui se um outro não tivesse estabelecido conosco uma relação que a psicanálise chama de dual.

Não nascemos prontos. Não teríamos sobrevivido sem a ajuda de – ao menos – um. Deve ser por isso que crescemos acreditando que a ter alguém é condição de possibilidade para a nossa realização pessoal.

Muitos transpõem essa mamãe dual – que ficou lá na infância – para a compulsão por compras ou drogas. Outros acabam desenvolvendo a chamada compulsão por pessoas.

Os apaixonados acreditam reeditar na vida adulta a relação grudada que tiveram com suas mamães quando crianças.

A questão é que nunca mais encontraremos aquela nossa mamãezinha querida.

Não podemos projetar em ninguém esse amor incondicional de mãe que não existe mais.

O outro pelo qual espero tudo pode não está esperando que eu seja este mesmo tudo para ele.

Não existe essa pessoa inteira que tanto procuramos. O outro não é inteiro sequer para si.

Existe saída para esse nosso desespero existencial que achamos que a solução é colar uma pessoa nele? Sim. Nós mesmos. Somos a nossa própria cura.

Seremos eternamente incompletos. Apaixonaremos – e o amor que esperávamos logo nos será negado. O outro – bem rapidinho – se dará conta de que não somos a mamãezinha que ele esperava que fôssemos.

Sempre seremos jogados de volta para nós mesmos. Sempre seremos lançados nesse nosso vácuo existencial – até aprendermos a nos arranjar com ele.

Este vácuo não é do outro. Esse vácuo é nosso – não no sentido de que podemos dele nos livrar. Cada um precisa decidir por si o que fazer com ele.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s