O amor é uma lembrança boa …

Freud dizia que a pulsão é limítrofe entre o psíquico e o biológico. A lembrança é a imagem (psíquico) mais uma certa quantidade de afeto (biológico). O amor é a junção do afeto com a imagem. Há pessoas que encontramos e não nos despertam nenhum afeto. Freud nunca conseguiu responder porque apenas algumas pessoas nos despertam um certo  frenesi louco de amor. O problema é quando arrebatamos e não somos arrebatados?! O amor acontece quando passamos a existir na memória afetiva de alguém. Quando fazemos o outro sentir aquele friozinho gostoso na barriga. Somos amados quando somos procurados. Quando recebemos telefonemas. Quando chegam figurinhas carinhosas no zapzap. O amor finda quando evaporamos de dentro do outro. Quando viramos uma miragem sem força para movê-lo em nossa direção. Sofremos quando o amor deixa de ser uma via de mão dupla. Deprimimos quando o outro nos é inteiro e somos nada mais que uma lembrança dentro dele. É  triste ficar na torcida por uma declaração de amor. É dolorosa a ansiedade por um gif de beijinhos. Jamais saberemos porque deixamos de existir  na memória sentimental de alguém. O amor tem dessas coisas misteriosas! Uma vez que arrebatarmos um coração temos que torcer para crescermos dentro dele mais e mais a cada dia. Não existe receitinha pronta para isto. Nunca saberemos com exatidão os motivos que nos levaram ao desafeto. Nunca saberemos o que fazer para continuarmos vivos na memória afetiva das pessoas que amamos. O amor é um enigma. Quem tem o seu que aproveite. O amor é quimica. É desejo. É memória. É lembrança. É um misto de cuidado e sorte.

Evaristp Magalhães – Psicanalista

Anúncios

4 comentários sobre “O amor é uma lembrança boa …

  1. Wiviane disse:

    Lindíssimo!!!
    Como tenho vontade de voltar aos bancos da faculdade para desfrutar do seu conhecimento. Evaristo VC é uma pessoa ímpar, talvez seu maior predicado seja a generosidade, de jogar para o mundo todo sua sabedoria.
    Todas as pessoas deveriam uma vez na vida ler um texto seu, desfrutar do seu convívio, seja como aluno, ou qualquer outra relação é mesmo um privilégio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s