Sem SOLIDÃO não há AMOR …

Deveríamos tomar muito cuidado ao procurar o amor. Ele é daquelas coisas que nunca encontraremos como procuramos. O amor frustra nossas pretensões. O amor é o que nunca encaixa. É por amor que mais sofremos. Quando amamos esquecemos de alguns riscos. Nos iludimos que o amor conforta, alegra e renova. Quando amamos nos pensamos eternos. Gostaríamos de colar no outro. Esquecemos que somos perecíveis. A humanidade do amor o torna um sentimento móvel. Inconstante. Irregular. Entendemos que amamos  quando ignoramos o risco de perder. Ninguém consegue explicar o poder que o amor tem de nos fazer sair da realidade. O amor nos propicia  apenas momentos de felicidade. Os mais ingênuos querem estender o amor para a eternidade. Trocam a realidade pela ilusão. Nada nos assegura por completo. O telefone desliga e o outro vira para o lado. O amor é uma mistura de felicidade e solidão. Quantas desavenças quando não somos correspondidos?! Insistimos que o amor pode nos livrar de sofrer. Ledo engano! Temos que acreditar que continuaremos amados mesmo nos momentos em que não estivermos no centro da vida do outro. O amor é um ato de fé. Quem tem completa garantia de qualquer coisa? Estamos mais vaidosos. Mas bonitos. Melhor equipados. Estamos mais narcisistas e menos tolerantes. O amor desafia nossa arrogância. Não podemos ter o amor como quando compramos um produto qualquer. O amor nos foge. Ninguém tem certeza absoluta de que está sendo amado. Ama quem se arranja com as dúvidas. Podemos ser surpreendidos – para o bem ou para o mal. Não podemos impedir o outro de deixar de nos amar e de amar quem ele quiser. Amar é estar preparado para perder. Amar é experimentar o medo de ficar só a qualquer hora. Amar é se contentar ou não com o tanto de amor que o outro está disposto a nos dar. Não podemos tomar as ausências como desamor. Como amar sem garantias? Temos que dar conta – e com elegância. Não podemos surtar por amor e nem por nada – nunca!

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Um comentário sobre “Sem SOLIDÃO não há AMOR …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s