Por que certas PESSOAS possuem um COMPORTAMENTO AUTODESTRUTIVO e não ADMITEM?

Por que certas pessoas possuem um comportamento autodestrutivo e não admitem? Nosso pisiquismo é composto por três instâncias: id, ego e superego. O id é a parte inconsciente porque é composto de fantasias que podem nos enlouquecer. Ocorre que existe uma parte do ego e do superego que também é inconsciente. Quando o indivíduo é tomado por um desejo perturbador – que poderia levá-lo ao suicídio – a parte inconsciente do id se une à parte inconsciente do ego e do supergo e estabelece – com os dois – um acordo de compromisso visando a proteger o indivíduo da morte. Toda dependência – química ou não – é, portanto, constituída à revelia da vontade consciente do dependende. Nem ele mesmo sabe porque é viciado. O acordo é feito nas entranhas do inconsciente – porque ninguém em sã consciência trocaria o medo de morrer por um suicídio a conta gotas. Este ato inconsciente de trocar uma perturbação – de qualquer natureza – pela ação de se dopar só consegue vir à tona se for verbalizado e escutado. É o ouvido do Outro que propicia que o terrorífico – por detrás do ato de se drogar – ganhe as palavras. Só a psicanálise humaniza o estranho de nós mesmos. Não podemos temer quem somos sob o risco de vivermos dominados por forças perigosas que desconhecemos e não controlamos.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s