Sem CULTURA, estamos PERDIDOS …

Viemos ao mundo como qualquer outro elemento da natureza. Não nascemos seres pensantes. Somos conduzidos à realidade. A geração anterior encarrega-se de trazer os mais novos para o universo do pensar. A educação e as artes fornecem os parâmetros para medirmos a validade de nossas ações. Por critério de valor, podemos entender, o respeito pela dignidade da pessoa humana. Não podemos perder o valor da vida como nosso maior trunfo. Estar vivo é condição de possibilidade para tudo o mais. Nenhuma ação danosa à vida pode ser tolerada. Fora da cultura, ficamos à deriva. Os valores encontram-se difusos na filosofia, na literatura, na música, nas artes e no cinema. Deveríamos acessar a cultura com a mesma regularidade que respiramos e alimentamos. É lamentável que ela nem sempre esteja na ponta dos dedos raivosos dos nossos adolescentes no zapzap. A cultura tem a ver com autonomia. Autonomia é a capacidade de se dar as próprias normas. Não há polícia para todo mundo. Precisamos assegurar que os indivíduos saberão como agir quando sós ou em grupo. A cultura vem do embate entre os interesses particulares e o reconhecimento da coletividade. Não podemos confundir individualismo com realização pessoal. É preciso saber por quais meios e fins. Meios e fins dizem respeito ao campo do sentido. Fora do sentido, somos puro impulso. Sem a razão, retornamos à barbárie.

 Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s