Sobre S A U D A D E…

Os amores possessivos tendem a não durar. Os amantes não se permitem à saudade. A falta alimenta o amor. Quem disse que perdemos na distância? Pode ser o contrário. E se perdermos é porque nunca tivemos. É na solidão que queremos uma companhia. A ausência pode exaltar quem fica. Presença demais desgasta. Os assuntos esgotam. Toda possessividade limita. Toda simbiose barra a criatividade. Perto demais cansa. É preciso ir para encontrar. Por que não férias conjugais? Toda volta é um recomeço. O amor não se desfaz na distância. Ele pode voltar ainda melhor. A saudade é vida. Sentimos muito mais na ausência. Presença excessiva diminui a quentura. É preciso peder para reencontrar e para resignificar a presença. A saudade traz de volta o furor. Por que não aproveitar a ausência para preparar  a presença?

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Um comentário sobre “Sobre S A U D A D E…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s