Por que tem tanta gente SURTADA?

Por que tem tanta gente saindo de cena, mudando de lado e fazendo a passagem? O mundo dos ditos normais não é mais o mesmo. Éramos uma sociedade mais afetiva, alegre, solidária, menos afoita, egoïsta e ansiosa. Vivíamos o tempo dos valores, da amizade, do encontro e da troca. Invertemos os valores na era do consumo. Abraçamos a promessa da felicidade fácil e estamos nos frustrando. Iludimos que  amar pode ser tão banal quanto parcelar um carro a perder de vista. Perdemos o caminho de volta. Estamos mais bem nutridos, mais bonitos e mais equipados. Porém, estamos perdidos em nossa afetividade. Parece que quanto mais nos cercamos de coisas mercadológicas, mais vazios ficamos no sentido existencial. Perdemos o caminho da felicidade. Talvez por isso, exista toda uma indústria de técnicas de auto-ajuda – de gosto duvidoso –  para nos ensinar o caminho das pedras. E quanto mais pagamos, mais perdidos ficamos. O mercado não pode fornecer a vida verdadeira que precisamos. Pelo contrário, ele nos distancia ainda mais dela. E nesse interim, ficamos à deriva.  Viver dentro  ou fora da realidade parece ter o mesmo sentido. Loucura e normalidade entraram – definitivamente – em um imbróglio irreversível. Parece que voltamos à estaca zero das sociologias e viramos zumbis vagantes, falando e fazendo coisas ao leo. Perdemos nossas certezas mínimas e – ao que tudo indica – continuaremos comprando e fingindo uma felicidade de coisas. Torço para que isto, ao menos, nos sustente vivos.

Evaristo Magalhães – Psicanalista.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s