NUNCA serei o AMOR de NINGUÉM …

O sentimento é de quem o sente. O meu amor nunca é igual ao amor do outro que amo. Jamais serei o amor de alguém. O outro jamais será o meu amor. O meu amor só existe em mim. Não existe alguém que se encaixe perfeitamente  no meu amor. Também, jamais me encaixarei perfeitamente  no amor de alguém. Os amores acabam quando um amor quer que o amor do outro seja idêntico ao seu. Nunca devemos esquecer que o amor que esperamos do outro é mais nosso que dele. Devemos amar e podemos até ficar loucamente apaixonados. Contudo, nunca devemos esquecer que o amor que esperamos do outro é mais uma invenção nossa que um dado de realidade. Sou eu que estou amando. O amor é sempre muito relativo. É muita carência querer tomar o amor do outro como sendo seu. Não há medida para o amor. Para amarmos de fato, precisamos ter nosso amor sob nosso controle. Saber a extensão do próprio amor é preventivo da dor. Você pode até  viajar. Contudo, é melhor viajar ciente de que é você quem está colocando o outro em seu comboio. Não dá para resolver por ele. As viagens nunca são iguais. O meu amor pelo outro é sempre uma ficção minha. Não controlo o amor de ninguém. Posso controlar o meu amor. Se me perco dele ….

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

3 comentários sobre “NUNCA serei o AMOR de NINGUÉM …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s